“Irreversível” (Irréversible)

Irreversível (Irréversible), filme dirigido por Gaspar Noé, mostra a história de uma mulher que é violentada em um beco do metrô, e, por isso, seu atual namorado, que está junto do ex-namorado daquela mulher, vai em busca do estuprador para se vingar. A atmosfera criada pelo diretor é extremamente desconfortável, pois nos colocamos no lugar dos personagens e tentamos entender o que eles estão buscando. Isso se deve a um aspecto formal importantes do filme: ele se passa de trás para frente, ou seja, a primeira cena é a última, a segunda a penúltima e assim por diante. Desse modo, esse suspense prende a atenção do espectador. A violência do filme é brutal e chocante, não há espaço para respiros. O diretor optou pelo choque dos espectadores, mostrando, por exemplo, uma cabeça sendo esmagada com diversos golpes de extintor.

Irreversível é violento não apenas em relação à questão temática, mas também em relação à formal, tendo em vista que a montagem, até certo ponto,  choca o espectador, fugindo do convencional.

//

Irreversible, directed by Gaspar Noé, brings the story of a woman who’s raped in a underground alleyway – this makes her boyfriend (who’s at that moment together with her ex-boyfriend) go after the molester to quaint his revengeful thirst. Noé creates an overly unpleasant atmosphere, and that proceeds because we put ourselves in the characters’ heads and try to understand exactly what it is that they’re looking after. There’s an important outward aspect to the movie: the plot rolls backwards. That means that he first scene is actually the last, and the second scene is actually the second-to-last, and so on. The suspense gets the spectator’s eyes paralyzed toward the screen.  Its violence is very shocking, brutal – there’re hardy any gaps for breaths of relief. The director’s sensationalism is confirmed in a scene in which a character crushes a guy’s skull, hitting repeatedly with a fire extinguisher.

This film is violent not only as far as the theme is concerned – its formal outlay purposefully shocks with a completely unconventional editing perspective, one that is very fresh in terms of cinematography.

irreversible-movie-poster

2 thoughts on ““Irreversível” (Irréversible)

  1. Esse filme é muito 10!

  2. é mesmo… muito louco, demorei pra entender

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s