Violência Gratuita (Funny Games)

“Violência Gratuita” foi filmado por Michael Haneke em 1997 na Áustria, e re-filmado pelo diretor em 2008 nos EUA, usando exatamente os mesmos planos mas com atores americanos, o que gerou uma repercussão mundial maior.

O filme é uma sátira sobre o uso da violência no cinema. Uma família é torturada por dois jovens que aparecem do nada no ambiente pacífico e familiar de uma casa de campo, aparentemente “à procura de ovos”. Eles são muito educados, são educados demais. Desse modo fica claro que a educação é, para eles, uma convenção vazia, da qual eles podem se apropriar para usar os outros.

O primeiro “funny game” é matar o golden retriever com um taco de golfe, depois começam as ameaças ao casal e ao filho.

Há um diálogo no qual os dois jovens se divertem com a sua própria falta de motivo. O pai, desesperado, pergunta porque eles fazem isso. Eles brincam com as respostas, dizem coisas como:  “por causa do meu vazio existencial”, “porque sou adotado”, ou “porque não?”.

O filme diz ao público: Essa violência é puro entretenimento, e mesmo assim vocês gostam. Os jovens que invadem a casa às vezes sorriem ou piscam pra câmera, e em certo momento do filme apontam para as vítimas e dizem: “vocês estão torcendo pra eles, não estão?”.

6517e-arno-frisch-stefan-clapczynski-in-funny-games-1997-funny-games-15316250-1200-683

Haneke brinca com a manipulação cinematográfica durante o filme todo.

One thought on “Violência Gratuita (Funny Games)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s